Bahia, 17 de Setembro de 2019
POLÍCIA

Familiares confirmam que homens presos transportando armas e munições são mesmo de Itapebi
Eles foram presos pela Polícia Federal de Porto Seguro, com o apoio da Delegacia da Polícia Federal de Ilhéus.
Por: Jackson Domiciano
13/01/2015 - 19:45:10

Familiares confirmaram que os dois homens flagrados na madrugada desta segunda-feira (12), na BR-101 em Itagimirim, transportando armas e munições em um fundo falso de um carro Fox, são mesmo de Itapebi. Os nomes foram divulgados pelos próprios familiares: Gilenildo Silva Santos Júnior, 22 anos, e outro elemento conhecido como Anderson José Pereira, conhecido como GU, com várias passagens pela Polícia.  Eles foram presos pela Polícia Federal de Porto Seguro, com o apoio da Delegacia da Polícia Federal de Ilhéus.

Segundo o delegado da Polícia Federal em Porto Seguro, Pancho Rivas, ao agazetabahia.com nesta terça-feira, em outra operação deflagrada pela PF, na semana do Natal, na rodovia BR 101, saída de Eunápolis, sentido Itabuna, traficantes foram presos com 12 quilos de cocaína pura. “As ações estão sendo deflagradas em toda a região”, disse o delegado.

O que se comenta nos bastidores, é que o Anderson era “o cabeça” dos crimes, esbanjava dinheiro e comprava imóveis.  Há muito tempo ele fazia trafico de armas e munições para Itapebi, de onde eram revendidas para outras regiões.  As pistolas eram comercializadas ao preço de R$ 6 mil cada.

 

 

 Saiba mais

Um verdadeiro arsenal, no fundo falso estavam escondidos  aproximadamente 8.200 cartuchos de calibres 9mm,.40, 38, 32, 380, três pistolas - sendo duas Glock, de origem austríaca -, uma espingarda calibre 12 semiautomática e carregadores de fuzil calibre 556. Uma das pistolas tinha um dispositivo que permite a execução de tiros em rajada.

Com um dos detidos foram encontrados ainda R$ 15 mil em cédulas falsas de R$ 50,00 que, segundo a PF, provavelmente iriam ser inseridas no comércio local. Também foram apreendidas dez caixas de produto anabólico de origem paraguaia.

Os dois acusados, que são montadores de andaime, trabalham no estado de Mato Grosso do Sul, na cidade de Três Lagoas, foram autuados por tráfico de armas de fogo, falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e moeda falsa. Eles foram encaminhados ao presídio de Eunápolis e ficarão à disposição da Justiça Federal. Os nomes dos presos ainda não foram divulgados.

Veja + Notícias/Polícia
POLÍCIA

Supostos criminosos estão sendo exterminados todos os dias nos municípios da Costa do Descobrimento, aos olhos da população
Está muito claro, que nos municípios do interior da Bahia, a criminalidade tem aumentado.
PETROBRAS

Integrantes de força-tarefa vão à Suíça em busca de dinheiro desviado da Petrobras
Adarico Negromonte, irmão do ex-ministro das Cidades, Mário Negromente é suspeito de fazer o transporte de dinheiro vivo em nome do doleiro Alberto Youssef.