Bahia, 20 de Setembro de 2019
PUBLICIDADE
OBRAS / PORTO

Programa BR LEGAL, do Governo Federal contempla o município de Porto Seguro no reforço da sinalização na Orla Norte
Porto Seguro foi contemplado no programa BR LEGAL, do Governo Federal, Ministério dos Transportes e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT. O programa de sinalização e segurança viária está operando na BR 367. Para a prefeita Cláudia Oliveira, a ação é importante e complementa os serviços de sinalização de alerta que a Prefeitura de Porto Seguro vem desenvolvendo. "Em toda a cidade, a gestão municipal está promovendo a sinalização dos bairros e o programa BR Legal soma significativamente, visto que a nossa cidade recebe turistas durante todo o ano, gerando grande fluxo no trânsito", destacou a gestora.
POLÍTICA

Entrevista dos jovens do grupo dos novos, em emissora de rádio, foi o maior fiasco da pré-campanha em Eunápolis
A entrevista arranjada, pauta na rádio 104 FM, no programa jornalístico ao meio-dia, desta quinta-feira, com os dois jovens pré-candidatos, Ramos Filho e Neto Carletto, bem que poderia ser o pontapé inicial desse projeto político embrionário tão decantado.
POLÍTICA

Polarização nas pré-campanhas entre Neto Carletto e o vereador Ramos Filho começa ganhar corpo com vistas à eleição de 2020
Com as aproximações das eleições de 2020, no município de Eunápolis, começa o novo desenho de um cenário, embora ainda confuso, mas que se mostra desde já, no caminho da polarização dentro do grupo dos novos, uma ala da política eunapolitana, com fortes anseios de destronar o prefeito Robério Oliveira. O capital do voto do gestor é, sem dúvida alguma, o principal obstáculo para os novatos, embora recheados e cercados pelas velhas raposas desconfiadas e arredias. Isso, faz com que os discursos ganhem a mesma plataforma, e uma visível polarização entre os dois pré-candidatos mais cotados para o tal desafio de enfrentar o prefeito, os dois jovens Ramos Filho e Neto Carletto.
Costa do Descobrimento
HONORÁRIOS JURÍDICOS

Câmara aprova lei que regulamenta honorários de procuradores jurídicos
O parágrafo 19 do artigo 85 do Novo Código de Processo Civil (Lei nº 13.105/2015) dispõe que a sentença condenará o vencido a pagar honorários ao advogado do vencedor; e que os advogados públicos receberão honorários de sucumbência, nos termos da lei, no entanto, mais de 60% das cidades brasileiras não têm lei municipal que regulamenta os honorários. Eunápolis acaba de sair deste índice. Na manhã desta quinta-feira (05/09), o plenário da Câmara de Vereadores aprovou, por unanimidade, a criação de uma lei municipal regulamentadora por meio do Projeto de Lei 13/2019, de autoria do Poder Executivo,