Bahia, 03 de Março de 2024
Por: agazetabahia
02/02/2023 - 06:52:34

O mundo nos apresenta cada história de vida, que nos enche o coração de emoções.

A pauta desta quinta-feira, 02, foge a nossa linha política e editorial.
No entanto, não poderíamos deixar de fazer esse importante registro. Uma bela lição de vida que serve de exemplo para todos nós.
A história que vamos contar, é uma abordagem muito bonita, sobre um homem que conheceu o sucesso em Copenhague, capital da Dinamarca. Isso, anos depois de ter percorrido as ruas de Eunápolis, basicamente a Rua do Bueiro, onde passou a infância humilde, trabalhando duro como vendedor de leite, de cocadas, ambulante e engraxate.

Ainda um menino, foi parar nas ruas de Porto Seguro, onde chegou a dormir com mendigos.  Determinado a vencer na vida, vendeu côco nas praias de Porto Seguro e outras bugigangas, isso, no ano de 1999, quando teve a brilhante idéia de fazer e vender bandanas do Brasil e de vários países. A idéia deu certo! 
Em 2002, conheceu uma pessoa, e movido pelos sonhos, juntou dinheiro indo morar na Europa.
Em 2003, conseguiu a permanência na Dinamarca, onde começou vendendo milho cozido à vapor. Depois, tornando-as o primeiro entregador de jornais em toda Europa, a ser contratado pelo próprio veículo. Sob neve rígida, frio e chuva, Jurandir não  perdia o entusiasmo, e  nenhum dia de trabalho. Sua dedicação chamou à atenção de toda imprensa, dos leitores, até mesmo do príncipe Joaquim, da Dinamarca, que felicitou pessoalmente.

Em seguida, teve outra idéia brilhante. Construir um carrinho de crepe. Tempos depois, seu negócio expandiu por toda Copenhague, levando Juras a ganhar o nome de Rei do Crepe da Dinamarca. Seus carros Juras Pancaks é presença em toda capital, e nos mais diversos eventos.
Jurandir, conhecido no mercado comercial como Juras, fez anúncios para TV, internet, bancos, joalherias, hotéis e bandas. 
Homem famoso em Copenhague com seu trabalho lindo, Juras nunca esqueceu suas origens. Nunca esqueceu a cidade de Eunápolis, onde viveu uma infância humilde, trabalhando para ajudar nas despesas da casa.
Hoje, este homem que viveu na Rua do Bueiro, em Eunápolis, faz sucesso na Dinamarca.

Veja + Notícias/Geral