Bahia, 20 de Outubro de 2021
Por: agazetabahia
24/09/2021 - 06:38:40

O prefeito de Itagimirim, Luiz Carlos Júnior, conhecido como Luizinho, esteve na emissora de rádio comunitária Estação FM 97,9 na mesma cidade, na noite desta quinta-feira, 22, de forma descontrolada e mentindo, quando afirmou que partiu dele, o pedido para periciamento junto às autoridades policiais, dos envelopes contendo propostas de preços à contratação para os serviços de reforma do Colégio Othoniel Ferreira dos Santos.

Conforme Ata de Abertura dos Envelopes, elaborada pela Comissão de Licitação, na manhã de quarta-feira, 22, após suspeitas de violações dos lacres, consta o pedido de pericimentos dos documentos. E que os mesmos fossem encaminhados aos órgãos públicos investigativos, partindo esta iniciativa das licitantes Viver Empreendimentos, e Royalle Construções, e não dele próprio. Se ele procurou as autoridades policiais, foi depois dos fatos. Em anexo, cópia da Ata.

Mentiu outra vez, quando tentou macular a imagem do site agazetabahia, mesmo sem citar o nome, quando disse que o veículo "estava querendo dinheiro, ou oportunizar".  
O gestor mente de forma brutal. Os veículos agazetabahia.com e Jornal A Gazeta Bahia, jamais estiveram na Prefeitura de Itagimirim, ou em seu gabinete, durante sua gestão. Nem tampouco, existe nenhum contato, nem pessoal nem via telefone com o próprio Luizinho, ou nenhum agente do seu governo, para tratar de negociações ou contratos. A editoria pede provas!

Devemos salientar que o papel da imprensa é averiguar os fatos e denúncias, e que as licitações são públicas já que trata-se de dinheiro público, que houve um fato e com isso gerando a notícia.
Quanto aos termos usados pelo prefeito, tendo como exemplo "formação de quadrilha, artimanhas, querendo roubar o dinheiro de Itagimirim, o gestor poderá responder judicialmente. Ao longo de quase 30 anos de atuação na região, nem os veículos agazetabahia e Jornal A Gazeta Bahia respondem a qualquer tipo de processo nesse sentido, sempre primando pela ética e a verdade, diferente de muitos.

Ainda dentro de sua fracassada entrevista, Luizinho esqueceu de mencionar outra questão delicada, que é a utilização por ele do veículo de luxo, um Jeep Compass, que está em nome da Empresa A&N Transportes, contratada pelo município para locação de máquinas e equipamentos. Este mesmo veículo, conforme testemunhas foi visto recentemente pilotado pelo prefeito, em um evento, na semana passada em Eunápolis.

Através de áudio o empresário Wellington da Silva, conhecido como Nunes, que também assinou a Ata, juntamente com os membros da licitação e licitantes postou um áudio nesta quinta-feira, 23, dando detalhes sobre a utilização do Jeep Compass.

Ouça o áudio de Nunes:

Veja + Notícias/Geral