Bahia, 17 de Setembro de 2019
Por: O Antagonista
03/05/2019 - 09:32:16

Está sendo costurado nos corredores do Congresso Nacional um plano que tem como objetivo enfraquecer Jair Bolsonaro.

A mais nova estratégia foi revelada pelo deputado Paulo Pereira da Silva, conhecido como Paulinho da Força.

Ele é presidente nacional do Solidariedade e uma das principais lideranças da Força Sindical.

Também é um dos integrantes mais influentes do chamado Centrão.

A Força Sindical participou de um evento que reuniu no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, as maiores centrais sindicais do país por ocasião do 1º de Maio — inclusive a CUT, historicamente ligada ao PT.

O encontro se tornou uma tentativa de união das oposições e, claro, um ato político contra o governo Bolsonaro.

Além de Paulinho, estiveram no evento nomes como Fernando Haddad e Guilherme Boulos, ambos candidatos derrotados à Presidência em 2018.

Paulinho da Força revelou a estratégia que pretende adotar em relação à proposta de reforma da Previdência.

Veja o que ele disse:

“O que estamos discutindo dentro do Centrão é que precisamos fazer uma reforma que não garanta a reeleição de Bolsonaro. Oitocentos bilhões de reais [de economia com a possível reforma], como ele falou, garantem de cara. Nos últimos três anos [de governo], teria 240 bilhões de reais para gastar. Garantiria a reeleição. Com esse discurso, tenho certeza de que a gente traz todo mundo do centrão, porque ninguém quer a reeleição de Bolsonaro.”

As declarações de Paulinho desnudam um plano que já estava sendo formulado nos bastidores há algum tempo.

A revista Crusoé apurou que, embora a maioria dos líderes partidários do Centrão tenha rechaçado publicamente a fala do deputado, tal plano já estava mesmo em andamento.

Veja + Reportagem Especial