Bahia, 05 de Julho de 2020
FESTIVAL

4º Festival de Teatro Interior da Bahia teve abertura com casa cheia em Jequié
O público jequieense prestigiou com casa cheia ontem (10) a abertura do 4º Festival de Teatro do Interior da Bahia. A cerimônia aconteceu no Centro de Cultura ACM e deu início à mostra competitiva que acontece na cidade de hoje (11) até a próxima sexta (14), num total de oito apresentações teatrais, além de mesas redondas, oficinas, rodas de conversa e lançamento de livro.
Por: Ascom - Cultura
13/02/2020 - 08:59:11

O público jequieense prestigiou com casa cheia ontem (10) a abertura do 4º Festival de Teatro do Interior da Bahia. A cerimônia aconteceu no Centro de Cultura ACM e deu início à mostra competitiva que acontece na cidade de hoje (11) até a próxima sexta (14), num total de oito apresentações teatrais, além de mesas redondas, oficinas, rodas de conversa e lançamento de livro.

Jequié foi escolhida, juntamente com Barreiras e Camaçari, para ser sede da circulação desta edição do festival, etapa em que os doze espetáculos selecionados apresentam-se a preços populares – quatro montagens em cada cidade – e são avaliados pela comissão julgadora, a fim de que cinco sejam escolhidos como finalistas para o Prêmio Braskem na categoria “Espetáculo do Interior”.

Uma exposição no foyer do Centro de Cultura ACM, espaço cultural administrado pela SecultBA, reforça as boas-vindas ao festival. A mostra faz uma homenagem ao teatro de Jequié, representado pelas trajetórias do produtor cultural Astro Brayner, do diretor de teatro Ricardo Barnabé e da atriz Virgínia Pimentel. Brayner e Barnabé foram homenageados durante a cerimônia de abertura, após a apresentação do espetáculo O Teatro é de Cordel, vencedor do Prêmio Braskem de Teatro 2018.

O 4º Festival de Teatro do Interior da Bahia tem patrocínio da Braskem e Governo da Bahia, por meio do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, e apoio institucional do Sindicato dos Artistas e Técnicos (Sated) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Realização Polo Cultural Marketing e Produções e marketing cultural da Caderno 2 Produções Artísticas.

Programação – Das doze montagens selecionadas, a mostra competitiva em Jequié recebe quatro delas, Quebranto (Juazeiro), Rosas Negras (Alagoinhas), Festa na Fé (Vitória Da Conquista) e Construção (Lauro De Freitas).

Quebranto se apresenta hoje (11), 16h, e amanhã (12), 19h. Já Construção abre as cortinas hoje (11) 19h, e amanhã (12), 16h. Quinta e sexta-feira (13 e 14), entram em cena Rosas Negras (dia 13, 16h e dia 14, 19h) e Festa na Fé (dia 13, 19h e dia 14, 16h).

Mesas redondas, debates e rodas de conversa convidam a comunidade de atores e produtores da cidade a refletir sobre temas importantes, como Dramaturgia Contemporânea, Sistema Municipal de Cultura – Realidade e Desenvolvimento e Formação e Produção de Teatro no Interior da Bahia.

Programação

Mostra Competitiva I Centro de Cultura ACM

Quebranto I 11/02 | 16h e 12/02 | 19h

Construção I 11/02 | 19h e 12/02 | 16h

Rosas Negras I 13/02 | 16h e 14/02 | 19h

Festa Na Fé I 13/02 | 19h e 14/02 | 16h

DEBATES I Centro de Cultura ACM

11 de fevereiro | 14h30

Mesa Redonda: Dramaturgia Contemporânea

Prof. Uendel Silva (UESB) e Prof. Hayaldo Copque (UESB)

12 de fevereiro | 14h30

- Roda de Conversa: Formação e Produção de Teatro no Interior da Bahia

Representantes da UNEB, UESB, UFBA, UFOB e Sated

- Lançamento do Livro “Dionísio pelos trilhos do trem – Circo e Teatro no Sertão do Brasil”

Prof. Reginaldo Carvalho da Silva (UNEB - Senhor do Bonfim)

13 de fevereiro | 14h30

Mesa Redonda: Sistema Municipal de Cultura – Realidade e Desenvolvimento

Representantes da Prefeitura Municipal, UESB e SATED Bahia

14 de fevereiro | 14h30

Ações Artísticas: Performances dos alunos da UESB

OFICINAS:

Oficina Teatro Físico

Período: 11 a 13 de fevereiro – 9h as 13h

Facilitador: Fábio Vidal

Oficina En.Cena.Ação

Período: 11 a 13 de fevereiro – 9h as 13h

Facilitador: Luis Antônio Sena Jr

Oficina de Produção Cultural

Período: 11 a 13 de fevereiro – 9h as 13h

Facilitadora: Lú Barretto

Oficina Teatro Físico Período: 11 a 13 de fevereiro – 9h as 13h

Facilitador: Fábio Vidal

SINOPSES:

Quebranto (Juazeiro)

A performance Quebranto é um monólogo, inspirado na seleção de poemas do livro, feita pelo ator e diretor teatral Elder Ferrari, que trará aos palcos uma apresentação visceral, carregada de símbolos poéticos, numa profusão de sentimentos que vão arrebatar o público. O projeto conta ainda com a participação musical de Mariano Carvalho e pinturas de Iehoshua Iahueh.

Grupo Abordagem Teatral I Classificação: 12 anos

Construção (Lauro de Freitas)

Espetáculo livremente inspirado no dia a dia dos operários da construção civil, seus conflitos, peripécias e contradições colocados em cena por meio da linguagem do teatro-circo. O espetáculo traz uma estética aproximada aos tons de cinza presentes no processo das grandes obras brasileiras, Construção visa aprimorar a técnica de palhaçaria no mergulho aos tempos do cinema mudo e toda sua graça e poesia. A montagem quer revelar ao público todo o colorido existente neste universo cinza e duro do cotidiano das construções.

Grupo Revolução Teatral I Classificação: Livre

Rosas Negras (Alagoinhas)

O monólogo traz histórias de vida de algumas mulheres negras com relevantes contribuições para a luta contra a discriminação e a violência contra a mulher – principalmente contra a mulher negra. O espetáculo visa pôr em cena a beleza, o vigor, a inteligência, a sensualidade e sensibilidade da mulher negra, lutando contra os estigmas e os estereótipos imputados a elas pelo processo de colonização.

Grupo Nata I Classificação: 12 anos

Festa Na Fé (Vitória da Conquista)

Uma trupe de brincantes chega em cortejo. Encenam a cultura popular em histórias fantásticas, inspiradas na sabedoria dos povos ancestrais.

Grupo Olaria I Classificação: Livre

FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública. 

Espaços Culturais da SecultBA - A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador - Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados - e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br.

Veja + Notícias/Geral