Bahia, 14 de Julho de 2020
Por: A Gazeta Bahia
05/01/2020 - 08:55:20

O pré-candidato a prefeito de Eunápolis, Ramos Filho terá que decidir se será mesmo candidato a prefeito, no pleito eleitoral deste ano.
Sua pré-candidatura mais parece um balão de aniversário, sem consistência alguma. Tocada do seu jeito tosco, agressiva e sem propostas. Seu tom e perfil beira a arrogância, e tem como capa, o "ar da riqueza", como se isso fosse encantar o eleitorado.

Desde que se lançou pré-candidato, como parte do projeto do ex-prefeito Neto Guerrieri, juntamente com o deputado Carletto em desbancar o prefeito Robério, o vereador/empresário se mostra agressivo em seus discursos, unindo forças ao trio oposicionista na Câmara Municipal, que declaradamente apoia Cordelia Torres. Nesse viés, Ramos se perde, ao invés de fazer carreira solo com uma postura mais elegante e agregadora.

O pré-candidato se afasta da imprensa, a quem nos bastidores solta suas farpas. Seu projeto político anda capenga, incapaz, até agora, de reunir lideranças e o segmento empresarial.
Muita gente que entende da política local, aposta que Raminho vai tocar sua pré-campanha com um olho nas pesquisas e outro na moita. E aos poucos vai desacelerando, e, de camarote ver a disputa se afunilar entre Robério e Cordelia.
Quanto aos demais pré-candidatos, esses, nem seus nomes são vistos ou ouvidos.

Veja + Notícias/Geral