Bahia, 18 de Novembro de 2019
ECONOMIA

Comissão discute superendividamento do consumidor na terça
A Comissão Especial de Superendividamento do Consumidor realiza audiência pública na terça-feira (22) para debater o PL 3515/15. Os deputados Luís Miranda (DEM-DF) e Nelson Pellegrino (PT-BA) lembram, nos pedidos para a realização do debate, os dados apresentados recentemente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, segundo os quais o percentual de famílias brasileiras endividadas alcançou 62,7% em abril.
Por: camara.leg
19/10/2019 - 08:48:46

A Comissão Especial de Superendividamento do Consumidor realiza audiência pública na terça-feira (22) para debater o PL 3515/15. Os deputados Luís Miranda (DEM-DF) e Nelson Pellegrino (PT-BA) lembram, nos pedidos para a realização do debate, os dados apresentados recentemente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, segundo os quais o percentual de famílias brasileiras endividadas alcançou 62,7% em abril.

"A situação das famílias brasileiras é preocupante: alto nível de endividamento, combinado com o desemprego crescente, leva muitos pais e mães de família ao desespero", aponta Miranda.

De acordo com Pellegrino, o superendividamento é fruto da "associação da pouca familiaridade com o crédito e da precária educação financeira com as eficientes – e nem sempre transparentes – ferramentas de marketing do setor financeiro, que redundam em contratações irrefletidas, cujos custos restam por sobrecarregar a capacidade econômica dos devedores e por colocar em risco a subsistência de muitas famílias."

Convidados
Foram convidados para o evento:
- a economista chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) Marcela Kawauti;
- diretor de Relações Institucionais e Mídia da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Henrique Lian;
- a juíza de Direito do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul Clarissa Costa de Lima; e
- a juíza de direito do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Fabiana Andrea de Almeida Oliveira Pellegrino.

Veja + Notícias/Geral