Bahia, 20 de Setembro de 2019
Por: Da Redação A Gazeta Bahia
11/09/2019 - 13:35:07

A reunião já estava agendada desde a semana passada, isso já havia sido ventilado pelo próprio Ramos Filho, nas entrelinhas, na sessão da Câmara de Vereadores, na quinta-feira, 5, fato que só foi concretizado nesta terça-feira, 09.   

No final da tarde desta terça, o ex-prefeito de Eunápolis, Neto Guerrieri, reuniu-se com seus aliados, velhos parceiros, como o vice-prefeito, Flávio Baioco (Podemos), e outras pessoas, presidentes de partidos, para declarar oficialmente o seu apoio, junto com seu grupo político, “abraçar a pré-candidatura de Ramos Filho a prefeito de Eunápolis em outubro de 2020”.
“Convocamos o nosso grupo político, depois de amadurecer esta ideia, ouvimos lideranças, discutimos propostas viáveis que visam a retomada do desenvolvimento de Eunápolis e finalmente batemos o martelo, sinalizando oficialmente que marcharemos juntos com Ramos Filho e um grupo de vários partidos simpatizantes para mais um processo eleitoral”, declarou.
Ao lado dos presidentes dos partidos: Cidadania e Podemos, Neto Guerrieri comunicou sua adesão ao que chamou de “um novo projeto político arrojado, moderno e democrático, que se proponha a transformar a administração municipal”.
“Para nós, o nome de Ramos Filho é compatível com o pensamento do nosso grupo que pretende trabalhar para eleger a nossa majoritária e a maior bancada na Câmara de Vereadores, lançando novas e importantes lideranças”.
Também estavam presentes a ex-secretária de Educação, Adail Brito, o advogado Eliomar Brito, os empresários Arnaldo Viana e David Matos, a ex-secretária de Saúde, Anara Sartório e Rafael Oliveira, que foi secretário de governo do município e atualmente é coordenador do Sinergia Bahia.
Na reunião, não estava presente, o presidente do PP Jovem, Neto Carletto, e dos seus correligionários.

 

Veja + Notícias/Geral