Bahia, 20 de Setembro de 2019
Por: Ascom – Prefeitura de Porto Seguro
03/09/2019 - 07:42:57

Em apenas 15 dias, Porto Seguro recebeu cerca de 130 agentes de viagens para conhecerem o Destino. Dois Famtours com agentes paraguaios em parceria com as operadoras Sevens e A Lugares y Destinos, apoiadas pelo Incoming Principios, dois com profissionais de várias regiões do Brasil, sendo um pela OTA Beds Online e outro com os participantes da 29ª Fimtur.

A ação com os grupos do Paraguai aconteceu entre os dias 19 e 28 de agosto e contou com uma agenda bastante eclética. Foram realizadas dezenas de visitas técnicas aos mais diversos equipamentos de hospedagem e de lazer que Porto Seguro oferece. Os agentes da Beds Online, que chegaram no dia 29 e que permanecem até o dia 01 de setembro, também terão programação bastante intensa. Hoje (30), estiveram reunidos no hotel Shalimar para café da manhã e capacitação sobre Destino.

"Tenho certeza que todos os agentes sairão de Porto Seguro encantados com as belezas e atrativos da nossa cidade, com a excelente qualidade da nossa rede hoteleira, nossa gastronomia, história, cultura, belezas naturais e acima de tudo, com a reconhecida hospitalidade da nossa gente. Não tenho dúvidas de que estamos conquistando mais turistas para nossa cidade com essas ações", afirmou a prefeita da cidade, Cláudia Oliveira.

Já os agentes da Fimtur, que chegaram no dia 24 de agosto, iniciaram os trabalhos com uma rodada de negócios no Hotel Solar do Imperador e estão fazendo diversas visitas a empreendimentos hoteleiros e pontos turísticos da cidade. Eles permanecem em Porto Seguro até o dia 01 de setembro.

Bastante entusiasmado com o desenvolvimento dessas ações, o secretário de Cultura e Turismo de Porto Seguro, Paulo Cesar Magalhães, fala dos bons resultados trazidos por esse trabalho. "Quando os agentes de viagens vivenciam as experiências que Porto Seguro e seus distritos proporcionam, faz com que tenham mais propriedade na hora de vender o nosso Destino e, sem dúvida, muito mais vendas são concretizadas", explica.






 

 

Veja + Notícias/Geral