Bahia, 21 de Agosto de 2019
Por: Por: Ascom PMI
01/06/2019 - 08:25:42

A Secretaria Municipal de Saúde de Itabela, através do Programa Saúde na Escola (PSE) em parceria com a Vigilância Epidemiológica, vem desenvolvendo atividades junto população e às escolas no combate ao aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela, realizando palestras, trabalhos manuais e lúdicos com os estudantes do município.

As atividades vêm sendo desenvolvidas tanto na sede do município como nos povoados de Monte Pascoal e Montinho. As equipes têm desenvolvido ações como: palestras educativas, teatro com fantoches, peças teatrais, distribuição de panfletos com orientações de combate ao mosquito.

“Os trabalhos realizados pelas Equipes de Saúde da Família e Endemias (EPS) nas escolas vem surtindo efeitos educativos junto à comunidade em geral e estudantil, visto que os alunos se tornam multiplicadores na divulgação de informações passadas pelas equipes, com o intuito de levar informações para melhorias no combate das doenças transmitidas pelo mosquito” frisou a secretária de Saúde, Wádla Casiano.

A sociedade só tem a ganhar com essa parceria da Secretaria de Saúde com a Secretaria de educação, através da Coordenação do Programa Saúde na Escola e Coordenação de endemias.

Veja + Notícias/Geral
DESCASO

Vergonha: Diagnóstico inicial mostra 2.555 obras públicas paralisadas ou suspensas em todo o Brasil, prejuízo passa de R$ 89 bilhões
Para a obtenção do diagnóstico preliminar, foram consideradas as obras com valores de contrato acima de R$ 1,5 milhão e iniciadas a partir de 2009. Os números mais expressivos de obras paralisadas ou suspensas estão na região Sudeste: São Paulo com 325; Rio de janeiro com 224; e Minhas Gerais com 189