Bahia, 21 de Maio de 2019
PORTO SEGURO

Porto Seguro sediará Fórum no Dia da Luta Antimanicomial
A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Seguro, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), promoverá dia 17/05, no Centro de Cultura, 1º Fórum de Saúde Mental.
Por: Ascom-Prefeitura de Porto Seguro
13/05/2019 - 09:56:49

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Seguro, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), promoverá dia 17/05, no Centro de Cultura, 1º Fórum de Saúde Mental, relevante evento em defesa do direito e da liberdade das pessoas no Dia da Luta Antimanicomial.

De acordo com secretário de saúde, Kerrys Ruas, o objetivo do evento é chamar a atenção da sociedade para a questão da saúde mental no Brasil, principalmente buscando reforçar a manutenção da reforma psiquiátrica, com o fechamento  de leitos psiquiátricos, no qual os pacientes passaram a ser atendidos nos caps, como referência de atendimento humanitário.

"Nossa luta é em defesa de uma política pública de cuidados em saúde mental centrada no usuário, compreendido como sujeito de direitos, comprometida com o cuidado em liberdade. Um movimento social pautado na Luta Antimanicomial como uma bandeira da sociedade. A proposta da reforma psiquiátrica é a desativação dos manicômios, para que aqueles que sofrem de transtornos mentais possam conviver em sociedade. Por isso, convido a população para está conosco, no Centro de Cultura, neste importante encontro em prol do respeito aos pacientes que diariamente recebem atenção psicossocial de excelência em nosso município, oferecendo autonomia, identidade e liberdade de expressão", afirma.

Em defesa da saúde mental

Com programação diversificada, dentre as várias atividades a serem realizadas, o fórum exibirá vídeo documentário abordando a realidade desumana que era praticada nos manicômios no Brasil, no intuito de não existir retrocessos, mas fortalecer o trabalho humanitário e de inclusão social, por meio da cidadania, desenvolvido nos centros de atenção psicossocial, com destaque para estratégias  multidisciplinares terapêuticas, bem como os processos de valorização e reconhecimento social das pessoas com experiências de sofrimento mental.

Veja + Notícias/Geral