Bahia, 20 de Abril de 2019
Por: Ascom – Prefeitura de Porto Seguro
23/01/2019 - 11:37:52

A praça da Tarifa, no Centro da cidade, é a mais nova opção para quem deseja adquirir produtos orgânicos em Porto Seguro. No local, os donos de bares hotéis e restaurantes, além de turistas e  moradores podem adquirir o peixe fresquinho e aproveitar para comprar frutas, verduras e legumes produzidos sem agrotóxicos ou defensivos químicos. Na Tarifa, a feira começa mais

cedo, das 6h30 às 12h. Nos últimos anos, com o apoio da Prefeitura de Porto Seguro, através da Secretaria de Agricultura, foram criadas várias feiras de agroecologia, que têm agradado em cheio à população.

 

Atualmente, quatro feiras de orgânicos estão em funcionamento no município: quinta-feira, em Trancoso, na praça do Quadrado; sexta, na praça da Tarifa; sábado, no Paraíso dos Pataxós e também e Arraial, na praça São Braz. Entre os produtos que podem ser encontrados estão as verduras; legumes como berinjela, jiló, quiabo e abóbora; frutas como banana prata, banana da terra, jambo, jaca e limão, além de farinha de mandioca, farinha de coco geleias, pães, mel e outas delícias saudáveis.

 

Participam das feiras os pequenos agricultores, inclusive das aldeias indígenas, que participam do processo de certificação orgânica participativa da Rede Povos da Mata. Criado em abril de 2017, o projeto Selo orgânico conta com uma equipe técnica disponibilizada pela Prefeitura, que oferece apoio a todos os agricultores e indígenas interessados em produzir alimentos dentro dos melhores padrões de saúde e preservação ambiental.

 

Segundo a coordenadora do projeto Selo Orgânico da Secretaria de Agricultura, Adriana Rocha, nos próximos dias, representantes da Rede Povos da Mata, que acompanha os processos de produção e certifica os agricultores, estarão visitando as propriedades do Arraial d´Ajuda e das Associações Acauf, Extremo Sul e Aldeia Juerana, que marca presença nas feiras com a culinária indígena.

 Ascom - Prefeitura de Porto Seguro

 

Veja + Notícias/Geral