Bahia, 20 de Fevereiro de 2019
Por: A Gazeta Bahia
22/01/2019 - 09:10:14

A instalação de um gerador para atender a agência do Banco Santander, localizada na Avenida Porto Seguro, na cidade de Eunápolis, tem tirado o sossego e a paciência de quem trabalha nas lojas próximas, a exemplo, da Brink Mania, Bela Fêmea e Violeta.

Em funcionamento desde o mês de dezembro, o gerador produz um barulho que se ouve na circunvizinhança e tem ocupado espaço público, inclusive incomodando os proprietários de veículos que querem estacionar nas proximidades.

Irritados com o som, os funcionários das lojas localizadas nas imediações cobram das autoridades e dos responsáveis, uma solução para que todos voltam a ter mais tranquilidade durante o horário do expediente.

Funcionários das lojas Brink Mania, Bela Fêmea e Violeta afirmam que não conseguem trabalhar direito com o barulho durante todo dia, das 08:00hs às 18:00hs. Vão mais adiante e queixam-se do barulho repetitivo que fica em suas cabeças, até mesmo quando deixam os locais de trabalho.

Segundo o gerente do Banco, de prenome Diogo, a instituição bancária tem autorização da Prefeitura para funcionar através do gerador até o dia 20 de fevereiro, e colocou a responsabilidade sobre a Coelba, afirmando que tem cobrado da empresa a normalização do fornecimento da energia elétrica. Disse ainda, que é de responsabilidade da Coelba instalar um transformado no local, fato ainda que não aconteceu, e que as cobranças são constantes.

O caso já foi encaminhado para a Prefeitura Municipal, através de um proprietário de uma loja vizinha, apesar de a situação não ter sido encaminhada para o Ministério Público e Meio Ambiente.

Segundo um especialista, “O ruído intenso pode causar alguma perda de audição, se estiver acima de 85 decibéis (dB ) por um período de oito horas. Para cada 5dB aumentado, a exposição ao ruído deve diminuir pela metade, ou seja, 90dB por apenas quatro horas de exposição. E 95dB por apenas duas horas e, aos 110dB, a exposição deve ser de apenas 15 minutos.” Ressalta ainda que esses excessos de ruído podem gerar a perda de audição chamada de perda auditiva induzida por ruído (PAIR), que, por sua vez, pode gerar zumbido, transtornos de atenção, ansiedade, insônia e até depressão.

Veja + Notícias/Geral