Bahia, 23 de Setembro de 2018
Por: A Gazeta Bahia
08/09/2018 - 09:52:00

O presidente do PSL no munícipio de Eunápolis, e candidato a deputado estadual, Bruno do Trigo, conversou com a editoria do site agazetabahia.com neste sábado, 08, sendo questionado sobre o atentado contra o candidato a presidente Jair Bolsonaro, em Juiz de Fora, no dia 6 de setembro.

Bastante preocupado com a situação de violência que predomina no País, Bruno do Trigo diz que atentado contra Bolsonaro é uma afronta à democracia e uma prova de que o Brasil que estamos vivendo, é um País voltado para a esquerda.

“O que todos estão observando que grande parte do segmento socialista está contra Bolsonaro e que o ataque desferido a ele é uma prova clara de tudo isso. A Polícia Federal está indo a fundo para mostrar a verdade. Dificilmente, o agressor confesso Adelino Bispo agiu por conta própria. As provas são muito claras, desde a escolha do local, onde ele estava hospedado durante um mês, os pertences encontrados no quarto da pensão, como notebook, celulares, e o pagamento pela estadia feito à vista, em dinheiro. Cabe agora à PF esclarecer o crime”, enfatizou.

Quanto à campanha Bolsonaro, em Eunápolis, ele reafirma o crescimento em todas as localidades do município, com eleitorado declarando de forma espontânea o voto e o apoio ao candidato à presidência. “Vejam por exemplo, a mais recente pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 07, onde Bolsonaro aparece com 20% das intenções de votos, enquanto o segundo colocado pontua com 14%. O crescimento de Bolsonaro liderando a corrida presidencial acontece em todos os cantos do Brasil”, finalizou Bruno do Trigo.

A carreata marcada para o dia 7 de setembro, com concentração na Av. Santos Dumont, foi cancelada em razão do ataque contra o presidenciável. Bruno contesta ainda as fake news postada nas redes sociais e sites de Eunápolis, dizendo que Bolsonaro estaria nesta cidade. Ele ressalta que as matérias sobre este assunto são mentirosas e precisam de desmentidos.

Momento exato que Bolsonaro sofreu o atentado - Por IG

Veja + Notícias/Geral