Violência, três menores foram executados em Eunápolis em três dias, e as autoridades não se manifestam
A cidade de Eunápolis, está sendo alvo de enorme violência contra jovens. Em menos de uma semana, três menores foram executados a tiros
Por: aGazeta Bahia/Jackson Domiciano - Data: 17/04/2012 - 09:35:05
Foto: Rota51.com
Foto: Rota51.com

A cidade de Eunápolis, está sendo alvo de enorme violência contra jovens. Em menos de uma semana, três  menores foram executados a tiros.

No último dia 13, a menor A.L.R. de apenas 15 anos foi executada na rua Tupiniquins, esquina com a Praça do Pequi. Os elementos estavam em um Gol prata, e deflagraram 5 tiros sendo 4 na cabeça e um na mão. Até o momento não há pistas sobre os criminosos.

Nesta segunda-feira, 16, dois elementos em uma bicicleta, um de camisa branca e o outro de jaqueta preta, ambos armados, executaram dois irmãos menores, A.A.S de 15 anos e L.A.S de 17.  As vítimas foram assassinadas na porta de casa, na rua Nova Esperança, no mesmo bairro que foi executada a menor A.L.R.

A situação é grave, uma vez que envolve jovens menores. A violência contra esses jovens precisa urgente ser contida, através de intervenções das autoridades da segurança pública.

Crimes bárbaros estão sendo praticados por bandidos usando bicicletas e motos.

Deixe seu comentário:             ( Seja o 1° a comentar! )

Nome:


Máximo de caracteres permitidos 500/
Repita o código acima:

                 
Declarações de Sérgio Gabrielli pode ter desenrolar desastroso para a presidenta Dilma
POLÍTICA
Ele, porém, dividiu o ônus com a presidente Dilma Rousseff, ex-líder do conselho da estatal. “Eu sou responsável. Eu era o presidente da empresa.
STF ainda não analisou habeas corpus de Prisco; defesa prevê o julgamento para até terça-feira
MARCO PRISCO
Prisco liderou a greve da Polícia Militar da Bahia, finalizada na última quinta-feira (17), e foi detido na sexta (18) por “crime político grave” .
Municípios do extremo sul da Bahia, continuam achatados e de pires nas mãos a mercê da sorte
DESCASO
Muito pelo contrário do que sonham as mães, é amargo e triste o cenário turvo que envolve as famílias nesses municípios pequenos.
Faltam interesse e vontade política de assumir as questões indígenas em todo Brasil, diz Cimi
INDÍGENAS
Na ocasião, o bispo denunciou os problemas enfrentados pelos povos indígenas, ribeirinhos e pelas comunidades amazônidas.