Bahia, 30 de Março de 2017
ECONOMIA

Orvel Veículos investirá cerca de R$ 11 milhões em concessionária na cidade de Eunápolis
O grupo Orvel Veículos, representante da Volkswagen.
Por: Jackson Domiciano
06/04/2013 - 09:16:01

O grupo Orvel Veículos, representante da Volkswagen, com sede na cidade de São Mateus no Espírito Santo e diversas agências em várias localidades naquele estado e em Minas Gerais, está aportando na cidade de Eunápolis.

A sede da concessionária estará localizada entre a Estação Rodoviária e o Atacadão, zona nobre da cidade, às margens da BR 367, sentido Porto Seguro. Segundo o gerente de venda da Orvel, Sabino José de Souza, já instalado na cidade de Eunápolis, as obras da concessionária terão início dentro de 30 a 40 dias, com previsão de conclusão, até o fim ano, quando será inaugurada.

Construída em uma área de 12 mil m², a nova agência da Volkswagen deverá custar algo em torno de R$ 11 milhões, e será uma das lojas mais arrojadas do grupo. Com a vinda da Orvel, o cliente da Volkswagen, passará a ter atendimentos exclusivos, já que nesta região não existem concessionárias da marca. A Cavepal, única que existia, está desativada há quase duas décadas, e vem de um longo imbróglio com os antigos proprietários, hoje, o espólio da família do fundador da empresa Ademar Gaspar.

Veja + Notícias/Geral
EUNÁPOLIS

Beneficiários do Bolsa Família do município de Eunápolis devem realizar pesagem para não perder o benefício
A Prefeitura de Eunápolis, por meio das secretarias de Saúde e Assistência Social, está atraindo as famílias para o procedimento de pesagem das crianças de zero a 7 anos. Para tanto, capacitação de técnicos dos dois setores foi realizada nesta sexta-feira (24/03) no auditório da secretária de Saúde, no Bairro Centauro.
EUNÁPOLIS

Dúvidas são crescentes com relação à Zona Azul na cidade de Eunápolis. Comerciantes se queixam que a quebradeira começou depois da implantação
Na cidade de Eunápolis, a Zona Azul foi implantada, durante a gestão do prefeito Neto Guerrieri, e inaugurada no dia 10 de outubro de 2016. De lá para cá, o sistema de cobrança acarretou uma série de desequilíbrios no centro comercial da cidade, decretando a quebradeira de muitos comerciantes, que acusam a Zona Azul como a responsável pelo esvaziamento das vias públicas.