Bahia, 24 de Abril de 2019
Por: Veracel
15/04/2019 - 12:36:08

O termo de cooperação firmado entre a Veracel e a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) em janeiro deste ano, com duração de cinco anos, já apresenta os primeiros resultados. A ação inédita prevê a implantação de um projeto de apoio à agricultura familiar, com base no conceito de agroecologia, e envolve 252 famílias de agricultores familiares residentes no município de Eunápolis, sul da Bahia.

Esse projeto de cooperação técnica está sendo executado pelo Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA) da UFSB em três fazendas da Veracel Celulose, que fazem parte de um acordo entre a empresa e cinco associações de agricultura familiar. Como parte do projeto, as cinco associações receberão apoio técnico e atividades de pesquisa e extensão desenvolvidas por professores e alunos da Universidade. A área total é de 3.319 hectares, o equivalente a mais de 3.000 campos de futebol.

O projeto prevê a realização de diagnóstico socioeconômico das famílias, avaliação de aptidão das áreas, garantia de segurança alimentar, parcelamento das áreas para que as famílias possam ser destinadas a seus lotes definitivos, conservação de recursos hídricos, transferência de conhecimento, estruturação de arranjos produtivos e a comercialização de produtos. O objetivo é oferecer condições técnicas para a prática da agricultura para que as famílias de pequenos agricultores possam desenvolver suas lavouras de forma sustentável e se tornem proprietárias da terra ao final de 20 anos.

A parceria já rendeu os primeiros frutos. Foi criado um curso de extensão em diagnóstico rural participativo, com 180 horas de aulas. Também foi iniciado o relacionamento com as famílias que serão atendidas. Nesses primeiros três meses, houve reuniões para apresentação das atividades e entendimento sobre o parcelamento das áreas. Segundo Gabriela Narezi, professora da UFSB e coordenadora do projeto, o grande desafio é preparar as condições para uma ocupação das áreas de forma ordenada e responsável.

De acordo com Renato Carneiro, diretor de Sustentabilidade e Relações Corporativas da Veracel, a proposta trará resultados positivos para todos. “As famílias terão acesso ao que melhor existe em termos de conhecimento técnico na área de agricultura familiar e isso deverá contribuir para o incremento da renda das famílias contempladas. Para os professores e alunos da UFSB, será um grande laboratório para o desenvolvimento de estudos, pesquisas e atividades de extensão. E para a Veracel, é uma reafirmação do comprometimento com o desenvolvimento socioeconômico regional”, explica.   

“A Veracel deve ser aplaudida por essa iniciativa, uma vez que põe fim a um conflito em relação à terra que não é bom para nenhum dos lados”, resumiu Eudes Valeriano, presidente da Central Estadual de Associações das Comunidades Tradicionais, da Agricultura Familiar e Campesina da Bahia (Cecaf), que reúne 64 famílias beneficiadas pelo projeto.

Veja + Reportagem Especial