Bahia, 19 de Novembro de 2018
POLÍTICA/CABRÁLIA

Prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos exonera os secretários Euclides Sena, Meio Ambiente; e Márcia Quaresma, da Saúde
Em mais uma ação inesperada e intrigante, o prefeito de Sta. Cruz Cabrália, Agnelo Santos, exonerou nesta segunda-feira, 29/10, o Secretário do Meio Ambiente, Euclides Sena e a Secretária de Saúde, Márcia Quaresma.
Por: Jojonoticias.com.br
30/10/2018 - 22:21:37

Em mais uma ação inesperada e intrigante, o prefeito de Sta. Cruz Cabrália, Agnelo Santos, exonerou nesta segunda-feira, 29/10, o Secretário do Meio Ambiente, Euclides Sena e a Secretária de Saúde, Márcia Quaresma.

A canetada surpreendeu a todos, principalmente a do secretário Euclides Sena, pessoa tida como de extrema confiança do grupo e que, além de ter o seu trabalho reconhecido pela própria administração, fazia uma defesa pública e sistemática do governo ao qual servia.

A princípio, as especulações associavam a exoneração do secretário ao malogrado episódio da demolição da barraca do “macuco”, que já havia provocado a demissão do secretário de obras, Geraldo Gordilho, por se recusar a realizar a fatídica e covarde operação. Entretanto, informações de pessoas próximas ao servidor afirmam não ter sido esta a motivação.

Com relação à Secretária de Saúde, Márcia Quaresma, as informações são de que a servidora vinha sendo alvo frequente de críticas, por parte dos vereadores, nas sessões da câmara local, referentes à situação física e de atendimento nas unidades de saúde do município e carecia de articulação e apoio político no grupo do prefeito, que culminou com a ida do vereador “Cachoeira”, para a oposição ao prefeito Agnelo.

Essa mudança política do vereador Cachoeira determinou a perca dos 2/3 (dois terços) na câmara, fundamental para a aprovação de diversas matérias, em projetos de lei, encaminhadas pelo executivo.

Portanto, as alterações podem fazer parte de um arranjo político do grupo do prefeito, no sentido de acomodar a insatisfação do momento com nomeações que venham atender os adversários, e estancar uma debandada de parlamentares suficientes para instalarem uma CPI e, até mesmo, um pedido de impeachment.

Veja + Notícias/Geral
GOVERNO

O presidente eleitor, Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas
Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a defender hoje (19) a manutenção dos valores e princípios brasileiros. Numa rede social, ele disse que o país vai manter as boas relações [diplomáticas], mas exigirá respeito à sua soberania.