Bahia, 23 de Maio de 2017
Por: Jackson Domiciano
18/05/2017 - 09:12:22

Após a denúncia de que o presidente Michel Temer consentiu o pagamento de propina ao ex-deputado Eduardo Cunha, notícia divulgada pelo jornal O Globo nesta quarta-feira, 17, tomando conta de todo país, causou um enorme buraco negro na política nacional, provocando perplexidades e indignações.

As delações dos irmãos Batista, da JBS, atingiram em cheio o presidente Temer, o senador Aécio Neves, e dezenas de outras autoridades.

Após a divulgação do fato, os movimentos petistas, pró e contra Dilma, estão se aproveitando para alardearem que estarão nas ruas com grandes manifestações, cobrando a renúncia do presidente Temer.

Os militantes petistas e de esquerda, e grupos que encabeçam movimentos, cobram a prisões de Temer, Dilma, Lula e Aécio.

Portanto, a situação do país é muito delicada, podendo desenrolar em graves incidentes sociais, que atingirão em cheio a economia, o equilíbrio social e o futuro político da nação.

O futuro é incerto. É preciso prudência e cautela nesse momento crítico e caótico que se estabeleceu em nossa sociedade.

Veja + Notícias/Geral
POLÍTICA

As tristes torcidas da esquerda que enterram o Brasil, transformando o equilíbrio social em verdadeiro caos, beirando a insanidade
"O que me impressiona das delações da JBS é a postura da população. Mais uma vez, nós vemos torcidas de partidos, que mais parecem crianças em dias de jogos escolares, satisfeitos porque o "time" do coleguinha é pior. Não há revolta contra o sistema político; Não há insatisfação com o sistemático desrespeito que somos tratados.