Bahia, 16 de Dezembro de 2017
Por: Ascom - Prefeitura de Porto Seguro
13/04/2017 - 08:44:58

Dando prosseguimento as ações de combate, prevenção e controle à hipertensão arterial em Porto Seguro, a Secretaria de Saúde promoveu na unidade de saúde da família do Campinho, nesta quarta feira, 12/04, atividades de acolhimento e atendimento a comunidade, alertando sobre riscos da pressão alta e os principais mecanismos para evitar a doença responsável por desencadear problemas cardiovasculares e acidente vascular cerebral.

Os pacientes que compareceram a unidade Derlan Saad tiveram acesso avaliação clínica com classificação para atendimento com cardiologista, testes rápidos de doenças sexualmente transmissíveis, checagem da pressão arterial e glicêmica, receberam atendimento odontológico, participaram de atividades físicas com profissionais da Academia de Saúde, tiveram acesso a palestras educativas apresentadas pelos profissionais do NASF abordando alimentação saudável, riscos da hipertensão, diabetes e uso adequado dos medicamentos, além de esclarecimentos sobre o tabagismo, com a captação de pacientes para o Programa "Parar de fumar sem mistérios" e equipe de endemias da educação popular orientando os meios de bloqueio ao mosquito aedes aegypti.

 

O Diretor do Programa de doenças crônicas, Márcio Luiz, explica que são desenvolvidas nas unidades de saúde, durante o ano, trabalho preventivo e acompanhamento aos pacientes diagnosticados com hipertensão. "Prevenção em saúde significa mudança de hábitos, que podem ser adotados com a prática de atividades físicas, consumo de alimentos mais saudáveis e, claro, visitas regulares ao médico. Nossa proposta são as ações humanizadas de acolhimento, visando a conscientização preventiva contra à hipertensão nas unidades de saúde, trabalho que acontece todo ano, focando a  qualidade de vida dos pacientes".

Pacientes atentos

Aos 88 anos, senhor Isaías Gomes da Silva chegou cedo para verificar a pressão. O resultado da avaliação foi satisfatório, 12x8. “Deixei de fumar e beber faz 40 anos, mudei tudo, passei a ter alimentação mais saudável e sempre faço consultas com médico. O resultado você viu, minha pressão está ótima", diz

O aposentado Vicente Paulo, 76 anos, foi diagnosticado com pressão alta faz 11 anos. Desde então, passou a adotar maiores cuidados com a saúde. "Eu era motorista, com isso comia em horários errados e tinha uma alimentação também gordurosa. Naquela época, quando fiz a avaliação da pressão deu 16/14, levei um susto. De lá pra cá, com as recomendações do médico, eu retirei a gordura, como mais verduras, faço caminhada 3 vezes na semana e também uso medicamento, que pego aqui no posto, para normalizar a pressão", afirma.

Secretaria Municipal de Saúde

Veja + Notícias/Geral